top of page

Udesc lança fascículo 4 do Atlas de Santa Catarina

Atualizado: 6 de fev.

Coordenado pelo Laboratório de Planejamento Urbano e Regional (Labplan), sob a liderança da géografa Isa de Oliveira Rocha, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), em parceria com a Secretaria de Estado do Planejamento, lançou no último domingo (17) o Fascículo 4 do Atlas de Santa Catarina. Nessa edição de 2023 o periódico apresenta as Redes e Infraestruturas do estado, dando sequência nas publicações realizadas em 2013 (Fascículo 1 - Estado e Território); 2014 (Fascículo 2 - Diversidade da Natureza); 2016 com a reedição dos dois primeiros fascículos para o formato e-book; e em 2018 e 2019 com a primeira e segunda edições do Fascículo 3 - População.


Segundo Rocha, "a organização dos fascículos (do Atlas) e seus capítulos está alicerçada nos pressupostos teóricos de Geossistema (Monteiro, 1996 e 2000) e Formação Sócio-Espacial (Santos, 1977), conforme apresenta Armen Mamigonian (1999), para, desta forma, alcançar uma visão holística nas análises regionais do conjunto geográfico da Natureza e da Sociedade de Santa Catarina". A geógrafa antecipa também que no ano de 2024 o Labplan irá editar o Fásiculo 5, debatendo o Panorama Econômico de Santa Catarina, com publicação prevista para 2025.


A edição dos Atlas é fruto do trabalho de voluntários, técnicos e pesquisadoras que atuam em Santa Catarina, envolvendo diferentes instituições e alcança cerca de 1,3 milhão de alunos da edução básica e superior catarinse, além de ser fonte para professores e pesquisadores de diversas temáticas. O Fascículo 4 do Atlas, versão e-book, estará disponível para acesso neste link, já a versão impressa (5 mil exemplares) deve ser disponibilizada pela Editora da Udesc no primeiro bimestre de 2024.


Pesquisadores do Núcleo de Estudo, Pesquisa e Observatório de Gás Natural (Nepo) da Vision Gas, contribuíram com o Capítulo VI (Petróleo, Gás Natural e Biogás) do novo fascículo do atlas. Leonardo Mosimann Estrella, Cósme Polêse Borges e Vinícius Augusto Bressan Ferreira participaram das pesquisas sobre a temática energia que contou também com a coloboração do professor de Engenharia do Petróleo da Udesc de Balneário Camboriú e aposentado da Petrobras, Carlos Eduardo Metzler de Andrade.


Nas palavras de Rocha, "os autores (do Capítulo VI) verificam que o Gás Natural e o Biogás são formas de energia que podem determinar o pêndulo do desenvolvimento regional, principalmente para aquelas áreas catarinenses ainda não atendidas. Discorrem sobre o abastecimento de petróleo e derivados, evidenciando os dutos existentes no território operados pela Transpetro."


Histórico do Atlas


Em 1955 foi apresentado o primeiro Atlas de Santa Catarina à Assembleia Geral do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge), pelo Departamento Estadual de Geografia e Cartografia de Santa Catarina (Degc). Em 1958, sob a orientação do saudoso professor Carlos Augusto Figueiredo Monteiro, a Degc elaborou nova versão do Atlas que dessa vez ganhou repercussão nacional e serviu de referência para outros estados editarem seus exemplares. Apenas três décadas mais tarde foi publicado um novo Atlas de Santa Catarina (1986), com dados de 1980. Em 1991 disponibilizou-se uma versão escolar, mas também com informações dos anos 1980. Ambas as publicações tiveram grande procura e rapidamente esgotaram suas versões impressas.

96 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page