top of page

Sistema tecnológico de inovação do biogás do Brasil: uma análise funcional e prospectiva

Atualizado: 13 de jan. de 2023

Dissertação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da UFSC


Autor: BORGES, Cósme Polêse


Resumo: O mundo busca integrar energia e ambiente através de transições para sustentabilidade, a celeridade é importante face a desafios como reduzir o aquecimento global e a destruição de ecossistemas. Uma inovação promissora se refere ao biogás, um biocombustível produzido durante a decomposição de matéria orgânica, portanto, uma fonte de energia descentralizada que ainda pode prestar serviços ambientais. O Brasil possui diversas inciativas de sucesso no setor de biogás, vasto potencial e condições para o crescimento do setor, no entanto, carece de estudos prospectivos e regulamentações para auxiliar tomadores de decisão na compreensão de quanto e como o biogás pode complementar a oferta de energia do país. Este trabalho tem como objetivo avaliar a contribuição do biogás na matriz energética brasileira nas próximas décadas. Como procedimentos, primeiro, é realizada uma análise de conteúdo de publicações científicas internacionais, ainda, em publicações nacionais busca-se definir os setores econômicos com os quais o biogás interage; segundo, é conduzida uma análise do estado atual do setor do biogás no Brasil, por meio da lente das funções de um sistema tecnológico de inovação, com base na percepção dos atores do sistema; terceiro, é feita uma análise prospectiva com simulação computacional para testar intervenções e compreender a capacidade teórica do biogás em complementar a matriz energética do país. Os resultados das análises de conteúdo indicaram barreiras, como a necessidade de capital para infraestrutura, incentivos financeiros concedidos a energias fósseis, além de diversos mecanismos de bloqueio como a falta de alinhamento de instituições financeiras. As avenidas para promover o biogás se encontram na formação de mercado e criação de incentivos. A análise funcional apontou grande necessidade de se instaurar o Programa Nacional de Biogás e Biometano (PNBB), visto que as atividades empreendedoras são o motor do sistema enquanto a legitimidade é a fun- ção menos desenvolvida. A análise prospectiva indicou que a produção nacional de biogás pode atingir em 2030 o equivalente a 6,8 milhões de metros cúbicos de metano por dia (de um potencial teórico de 39 milhões por dia), podendo representar cerca de 3,54TWh ou cerca de 0,6% da demanda atual de energia elétrica do país. Como recomendação, o governo deveria criar um grupo de trabalho entre diversos ministérios, agências reguladoras federais e estaduais, bem como, a sociedade civil, para instaurar metas e objetivos para o desenvolvimento do sistema de inovação do biogás. Estes poderiam fazer o Brasil mais promissor em explorar seu potencial teórico de biogás.


Palavras-chave: biogás; Brasil; difusão; sistema tecnológico de inovação; transições.


12 visualizações0 comentário
bottom of page