top of page

Consumo de gás natural cai mais uma vez nos primeiros três meses do ano em SC

A distribuição do insumo já havia revelado queda acentuada de 18% no acumulado de 2023. Nos 12 meses de 2022 a queda foi menor, mas em patamar importante de -10,85%.


Dados do relatório mensal de consumo de gás natural em Santa Catarina emitido pela concessionária do serviço aponta que, novamente, o mercado passou a retirar volumes menores das redes de distribuição a partir do realizado de janeiro a março de 2024 na comparação com o mesmo período de 2023. Com isso, abre-se o terceiro ano de crise de consumo do energético no estado.


Em relação ao total consumido, contemplando todos os segmentos de mercado, o primeiro trimestre apontou decréscimo de 2,81%. O Gás Natural Veicular (GNV) segue como segmento que reage mais negativamente ao processo de oneração das tarifas desenvolvido no período de 2019 a 2022. Os motoristas que optam pelo produto consumiram 13,68% a menos nesses meses iniciais do ano.


Chama a atenção que a indústria catarinense também segue consumindo menos, mesmo com a produção e o PIB do estado crescendo na média nacional. Os diversos ramos produtivos retiraram -1,54% nesses três meses.


Os setores que seguem crescendo são o residencial e comercial. Juntos consumiram 9,57% a mais, embora representem apenas 1,39% do total de gás retirado somando todos os mercados abastecidos.


Ainda de janeiro a março de 2024 em relação a dezembro de 2023, 15 novos condomínios e quatro estabelecimentos comerciais foram ligados à rede de distribuição. O setor industrial diminuiu um ponto de consumo e os postos de GNV seguem estagnados em 140 pontos de entrega de gás.

58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page